Como planejar as mesadas dos filhos?

Tempo de leitura: 3 minutos

Como planejar as mesadas dos filhos?

Dinheiro é coisa séria e não se restringe apenas aos adultos. Desde a infância muitas crianças já recebem a famosa mesada, que é um valor repassado mensalmente para os seus respectivos gastos, porém, o número de pais que possuem algum tipo de dúvida sobre essa prática é enorme.

Veja agora algumas dicas de como planejar a mesada ideal para os nossos filhos.

A primeira vez

 

A primeira mesada

Por volta dos cinco ou seis anos, as crianças começam a realizar operações matemáticas básicas e, por isso, já estão prontas para pensar em finanças de forma simples. Um sinal de que está na hora de ter o próprio dinheirinho é quando demonstram desejo de consumir sozinhas.

Esses momentos são, por exemplo, quando os filhos pedem para comprar o próprio lanche na escola ou para pagar as figurinhas na banca de revista.

Quanto dar de mesada?

 

Quanto dar de mesada

A mesada deve ter um valor suficiente para pagar algumas das suas vontades, e não todas como muitos pais costumam fazer. Como simplificação, você pode dar o valor correspondente a sua idade por semana.

Com isso, você estará demonstrando para o seu filho o verdadeiro valor do dinheiro demonstrando que conquistá-lo não é nada fácil e exige muito trabalho dos pais para tê-lo.

Incentive a economia

 

Incentive a economia

A mesada é também um jeito de criar o hábito de poupar. Tudo proporcionalmente à idade, pois crianças pequenas não conseguem esperar mais de três semanas para gastar o que acumularam.

E a missão dos pais é ajudar na escolha do objeto de desejo para garantir que seja possível comprá-lo. Para facilitar a organização, o ideal é separar dois lugares para armazenar o dinheiro, sendo que esses podem ser uma carteira ou um envelope para os gastos correntes.

Evite o famoso cofrinho, pois esse na maioria das vezes precisa ser quebrado para retirar o dinheiro. E quando esse é quebrado, muitos pais acabam comprando outro para substituí-lo e assim fazendo a cada vez que o porquinho é despedaçado pelo chão.

Mesada não deve ser um prêmio

 

Mesada não deve ser um prêmio

É importante salientar que não é adequado dar dinheiro aos filhos como prêmio por alguma tarefa que ele tenha feito em casa, já que ajudar nos trabalhos domésticos é um dever dos filhos. Também não é apropriado que os pais abstenham os filhos de receber a mesada quando eles aprontam, já que o objetivo da mesada é ensinar a educação financeira, portanto, em casos assim, é mais eficiente que os pais apelem para outros tipos de punição.

Abrir uma poupança é algo que deve ser feito?

 

Abrir uma poupança é algo que deve ser feito

Desde que a criança entenda e aceite essa opção sem muitos problemas, abrir uma poupança é sim uma boa opção para ela. Para tornar mais interessante, diga que cada real poupado será reconhecido como um real do seu próprio bolso e, assim, no futuro um alto valor estará disponível para estabelecer relações e até mesmo na construção de uma carreira profissional a partir do valor arrecadado desde então com a mesada.

O que você achou dessa matéria? Acha que ela pode solucionar alguns problemas sobre essa questão?

Não deixe de comentar, compartilhar e mostrar para aqueles que estão interessados sobre esse assunto.

Não deixe de Ler nosso Artigo anterior: Como gastar menos no supermercado?

Nem nosso Próximo Artigo: Como se preparar para se aposentar antecipadamente?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *